TOP 30 criptomoedas explicadas em poucas palavras

17/01/2018

TOP 30 criptomoedas é uma lista que resume as top 30 criptomoedas com os maiores mercados capitais na coinmarketcap em janeiro de 2018 e suas respectivas funções, de maneira fácil e rápida.


1. Bitcoin (BTC): O campeão das moedas digitais é usado para transações descentralizadas que funcionam sem autoridade central.

2. Ethereum (ETH): Moeda referência em contratos inteligentes, criação de ICOS e token e fornecimento de uma plataforma descentralizada para o desenvolvimento de aplicativos mundiais.

3. Ripple (XRP): Token centralizado que busca conectar todos os sistemas de pagamento , fornecer uma blockchain para instituições financeiras.

4. Bitcoin Cash (BCH): um dos muitos forks do Bitcoin, busca tornar as transações mais rápidas e o processo de desenvolvimento do código mais aberto.

5. Cardano (ADA): Similar ao propósito do Ethereum, a Cardana busca fornecer uma plataforma para contratos inteligentes junto ao Japão.

 6. Litecoin (LTC): Considerado a prata das moedas digitais, o litecoin provê transações economicas centralizadas com  taxas extremamentes baixas. Facilitando o processo de microtransações. Além disso, o LTC funciona como uma test net do Bitcoin, implementando antes algumas transaformações que serão adicionadas ao código do bitcoin core.

7. NEO (NEO): Fornece um ecossistema para o desenvolvimento de contratos inteligentes e aplicações para nova economica, com enfâse no mercado chinês.

8. XEM (NEM): Ambiente de desenvolvimento da Blockchain através de interfaces API, tornando-a mais escalável e rápida.

9. Stellar (XLM): A XLM busca resolver o mesmo problema da ripple: conectar os bancos de maneira mais eficiente e com um baixo custo de infraestrutura.

 10. IOTA (MIOTA): A IOTA busca desenvolver umauma maneira de interligar dispositivos na Internet das coisas. Isso, sem taxas, já que não há mineração, blocos ou fees de transação. Nesse caso, ao invés de usar a blockchain, a IOTA desenvolve-se a partir da uma tecnologia chamada TANGLE.

 11. DASH (DASH):  Desenvolve transações e aplicações que ajudem o consumidor comum realizar transferências de valor online. Ela funciona como um híbrido de Monero e Bitcoin.

12. EOS (EOS): Como o ETH, ela providencia uma plataforma para contratos inteligentes, buscando melhorar suas performances e escalabilidade.

13. Monero (XMR): Essa tecnologia levou a ideia de transações anônimas para outro patamar, sendo considerada a moeda mais segura para transacionar anonimamente.

14. TRON (TRX): Plataforma descentralizada para divulgar e compartilhar conteúdos digitais ligados ao entretenimento.

15. Bitcoin Gold (BTG): outro fork do Bitcoin, o BTG busca resolver o problema da centralização da mineração do Bitcoin através de uma mudança no algoritimo de consenso.

16. Ethereum Classic (ETC): Fork do Ethereum que resolver não reverter o ataque hacker aos fundos DAO.

17. Qtum (QTUM): é uma tecnologia blockchain projetada para facilitar a interoperabilidade de grandes criptografia como Bitcoin e Ethereum,  tornando os contratos inteligentes mais seguros e fáceis de manusear.


18. ICON (ICX): Busca conectar todo o mundo, contruindo uma enorme e descentralizada rede.



19. Lisk (LSK): Facilitadora do desenvolvimento da blockchain e contratos inteligentes, baseado em Javascript.



20. Nano (XRB): Busca melhorar as transações, tornando-as instantâneas e com zero fee de transação.


21. Tether (USDT): A proposta dessa moeda é ser a fiduciárias da criptomoedas, de forma que, cada Tether sempre estará vinculado à coração do dólar. Ela basicamente busca ser um dólar descentralizado.


22. OmiseGO (OMG): Token de processamento de pagamentos na Ásia.


23. Siacoin (SC): núvem descentralizada, privada e criptografada de ponta-a-ponta.


24. Zcash (ZEC): parecido com a monero, realiza as transações de forma anônima.


25.Populous (PPT): Plataforma basecada no Ethereum desenhada para trades financeiros.


26. Stratis (STRAT): Busca facilitar o trabalho de criar uma blockchain para fins privados.


27. VeChain (VEN): É uma plataforma mundial que busca fornecer os intrumentos básicos para o desenvolvimento de applicativos com blockchain e IOT de maneira acessível para o maior número de pessoas.


28. Binance Coin (BNB): Token que permite usuários pagar menores fees nas transações. É uma forma dos usuários investirem na empresa e serem recompensados pagamentos menos por suas transações.


29. Ardor (ARDR): Busca facilitar e agilizar o processo de desenvolvimento de novas aplicações para blockchain, que possam ser usadas por pessoas comuns.

30. Verge (XVG): para tornar as transações em uma rede descentralizada anônimas, a Verge integra seu sistema com o TOR.